fbpx
PUBLICIDADE


Bolsonaro demite Vélez e anuncia novo ministro com ‘conhecimento necessário’

Presidente se reuniu nesta segunda-feira (8) com Ricardo Vélez-Rodriguez, comunicou sua decisão e anunciou, na sequência, novo ministro nas redes sociais – um antigo apoiador

- Publicado no dia
Ricardo Vélez Rodríguez (Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil)

O governo do presidente Jair Bolsonaro teve sua primeira baixa nesta segunda-feira (8). Após semanas de desgaste, crises, demissões e uma participação na Câmara dos Deputados considerada ruim, o ministro Ricardo Vélez, da Educação, foi demitido. [1]

Bolsonaro foi às redes sociais anunciar o novo nome que assumirá o posto. Será Abraham Weintraub, que participou da campanha e auxiliou na produção do programa de governo.


PUBLICIDADE



Ao site O Antagonista, o novo ministro prometeu atuar na gestão com pragmatismo. O mesmo ponto, considerada a principal incapacidade de Vélez, foi reforçado pelo presidente nas redes sociais: [2]

“Comunico a todos a indicação do professor Abraham Weintraub ao cargo de Ministro da Educação. Abraham é doutor, professor universitário e possui ampla experiência em gestão e o conhecimento necessário para a pasta”, afirmou o presidente, que também agradeceu Ricardo Vélez pelos serviços prestados. [3]

Nascido na Colômbia e colunista do Instituto Liberal, Ricardo Vélez foi uma indicação do filósofo e professor Olavo de Carvalho em novembro. Na última sexta-feira (5), contudo, Olavo garantiu que não lamentaria a saída do ministro, que afirmou ter um “comportamento traiçoeiro”.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.



Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.