fbpx
PUBLICIDADE

Tiago Mitraud, do NOVO, considerou insatisfatória visita de Vélez à Câmara

Deputado federal de MG pelo Partido Novo conversou com o Boletim da Liberdade, defendeu alinhamento de algumas ideias, mas mostrou-se cético com a implementação delas devido a dificuldade de gestão
Deputado Federal Tiago Mitraud (Najara Araujo/Câmara dos Deputados)
Deputado Federal Tiago Mitraud (Najara Araujo/Câmara dos Deputados)

O deputado federal Tiago Mitraud (NOVO/MG) considerou que a visita do Ministro da Educação, Ricardo Vélez-Rodriguez, à Comissão de Educação da Câmara foi insatisfatória. Ao Boletim da Liberdade, Mitraud – que é ex-CEO da Fundação Estudar e membro titular da própria comissão – mostrou-se preocupado com a gestão da pasta:

“A gente já estava, há um tempo, coisa de um mês e meio, preocupado com a gestão do MEC por conta das trocas de cargos técnicos, demissões e exonerações. Isso, inclusive, motivou parte da bancada do NOVO a ir lá na semana passada para que a gente pudesse esclarecer [a situação] com o Ministro. Temos uma situação no sistema educacional gravíssima e o MEC até agora não conseguiu apresentar um plano concreto de projetos para [combater] isso”, afirmou.

Nem a visita da bancada do NOVO nem a presença do Ministro na Câmara teriam sido, contudo, “satisfatórias para suprir as dúvidas e os anseios” dos parlamentares, bem como “sentir confiança de que os problemas de gestão estão em vias de serem solucionados”.





“Na parte pedagógica das ideias do Ministro, de valorização da primeira infância, alfabetização, ensino médio flexível, a gente está bem alinhado. A grande dificuldade é ver perspectivas de que esses planos vão ser implementados por conta de toda a dificuldade de gestão que a gente tem enxergado no Ministério”, opinou.

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama