SOBRE     ASSINE     NEWSLETTER     FACEBOOK     YOUTUBE

Somos o primeiro veículo jornalístico do Brasil com foco na defesa das ideias liberais e especializado no ecossistema pró-liberdade do país

Nossa proposta é cobrir tudo o que ocorre no efervescente cenário de difusão das ideias da liberdade no Brasil. Além de trazer assuntos ou abordagens jornalísticas incomuns na imprensa tradicional.

No Boletim, damos voz e vez para especialistas, intelectuais e agentes políticos pró-liberdade se manifestarem – e também registramos suas ações. Por isso, além de sermos uma fonte de informação, também promovemos o diálogo.

Fundado em dezembro de 2016 e com atuação nacional, o Boletim tem no seu nome o maior compromisso: a liberdade. Tendo isso em vista, o veículo possui um jornalismo crítico, independente e criterioso.

Todas as subcorrentes ideológicas e partidos políticos alinhados a valores liberais buscam ser tratados com neutralidade e correção. O mesmo se dá com diferentes expoentes do movimento liberal e/ou conservador.

Queremos ser reconhecidos como uma fonte de informação confiável, plural, séria e que organiza e estimula a difusão das ideias da liberdade. Dignos de complementar ou ser uma alternativa à grande imprensa em inúmeros assuntos.

GABRIEL MENEGALE

É graduado em Publicidade e Propaganda pelo Ibmec/RJ, possuindo também experiência em agências de comunicação e terceiro setor. No ecossistema pró-liberdade, já foi conselheiro-executivo do Estudantes pela Liberdade (atual Students for Liberty Brasil) e analista de marketing do Instituto Liberal.

Twitter | Instagram | Facebook

LUCAS BERLANZA

É graduado em jornalismo pela UFRJ, autor do livro “Guia Bibliográfico da Nova Direita” (Resistência Cultural), editor do blog Sentinela Lacerdista e colunista regular do Instituto Liberal, de onde também já foi assessor de imprensa. Paralelamente, possui experiência em agências de comunicação.

Facebook | Linkedin | Site Pessoal

O Boletim da Liberdade é um veículo de comunicação comercial e, como tal, tem suas operações arcadas por meio de três fontes de receita:

Publicidade: por meio de plataformas, como o Google Adsense, ou contratadas diretamente;
Assinaturas: que se traduzem em benefícios aos leitores-assinantes (clique aqui para ver mais);
Aporte dos Sócios: que, visando estabelecer o Boletim, podem ocasionalmente investir recursos próprios no projeto.

A melhor forma de contato com a equipe que faz o Boletim da Liberdade é por meio do endereço de e-mail boletimdaliberdade@gmail.com.