fbpx
PUBLICIDADE

RJ: MBL e Brasil 200 organizam ato em apoio às Forças de Segurança no domingo

Grande manifestação ocorrerá na Praia de Copacabana e marca mais uma iniciativa do Movimento Brasil Livre e do movimento Brasil 200, liderado por Flavio Rocha, em apoio às tropas brasileiras no Rio de Janeiro

Foto: Reprodução/Facebook

Em mais um ato de apoio à intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro, o Movimento Brasil Livre e o movimento Brasil 200 organizarão no próximo domingo (25) um grande ato em apoio às forças de segurança no estado.

“Convocamos todos vocês que estão de saco cheio de viver com medo e não suportam mais a defesa de criminosos e a demonização da polícia. Vamos levantar a nossa voz nesse domingo. Vamos lotar a Avenida Atlântica e mostrar o apoio do carioca às forças de segurança e à mudança do Rio”, conclama o comunicado.

Os movimentos encorajam ainda que os manifestantes levem, assim como nos protestos contra o PT, bandeiras do Brasil e se vistam de verde e amarelo em vez do tradicional branco, como geralmente ocorre em mobilizações contra a violência.





A mobilização ocorrerá a partir das 10h na Praia de Copacabana, local que também foi palco das principais manifestações da cidade em favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Clique aqui e acesse o evento no Facebook.

Brasil 200 aposta na segurança

Não se trata, porém, da primeira vez que o MBL e o Brasil 200, liderado pelo empresário Flávio Rocha e pré-candidato à presidência da república, lidam com o tema.





Desde o início do ano, após anunciada a intervenção, as organizações têm se pronunciado ativamente sobre o assunto. No início de março, em grande apresentação, houve inclusive a distribuição de um plano de segurança para o Brasil e um plano mais emergencial e específico para o Rio de Janeiro.

Tendo como uma das lideranças locais o engenheiro Roberto Motta, ativista em segurança pública e entrevistado pelo Boletim da Liberdade em janeiro, o movimento também já produziu panfletos e adesivos em apoio às tropas militares que estão auxiliando a intervenção no Rio.

Antes da intervenção, em setembro de 2017, o youtuber Arthur do Val e o ativista Salsicha, do MBL, estiveram na favela da Rocinha e gravaram um vídeo com moradores. No material, os entrevistados, moradores da comunidade, consideraram a presença positiva e pediram, principalmente, por paz. Todos negaram abusos por parte dos militares.





O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama