fbpx
PUBLICIDADE


PEN/Patriota atinge recorde de filiados em dezembro, aponta revista

De acordo com a informação publicada primeiramente pela revista ‘Época’, o Patriota bateu em dezembro o recorde de 75 mil filiados registrados

- Publicado no dia
(Foto: Reprodução / Bolha Brasil)

O Partido Ecológico Nacional (PEN), que em breve se chamará apenas Patriota, atingiu nesta semana um recorde no número de filiados. De acordo com a informação divulgada primeiramente na revista Época, a legenda já computa mais de 75 mil adesões. De acordo com um levantamento feito pelo Boletim, em 2014 a legenda tinha menos de 11 mil filiações.


PUBLICIDADE



Lançado no início de agosto em cerimônia no Rio de Janeiro que contou com a presença do pré-candidato à presidência Jair Bolsonaro, o Patriota deverá acolher a candidatura do parlamentar em 2018. Bolsonaro deve migrar para o partido, porém, apenas na próxima janela eleitoral – época onde é permitida a mudança de partido sem risco de perda do mandato. Ex-presidente do Instituto Liberal, o advogado Bernardo Santoro dirige a renovação do partido que segue, no entanto, presidido pelo ex-deputado estadual de São Paulo e autodenominado ambientalista Adilson Barroso.

+ Novo partido de Bolsonaro exibe propaganda enaltecendo o patriotismo

+ ‘Bolsonaro sofreria impeachment em três meses’, diz Kim em entrevista ao Estadão

+ Após decisão do TSE, autor do Instituto Liberal diz que Bolsonaro é a solução

+ Tweet de Eduardo Bolsonaro sobre economia gera debate entre liberais

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.