Panorama #17 - MBL: 'Se a PEC não passar, o bicho vai pegar' - Coluna Panorama - Boletim da Liberdade
PUBLICIDADE

Panorama #17 – MBL: ‘Se a PEC não passar, o bicho vai pegar’

11.11.2019 08:48

Dentre os gritos de ordem surgidos nas manifestações críticas ao fim da prisão de segunda instância e à soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na última sexta-feira (9), os ativistas do MBL cantaram, no domingo (10) na Avenida Paulista, com entusiasmo que “se a PEC não passar, o bicho vai pegar”.

Como publicou o Boletim da Liberdade, existem dois principais caminhos para que volte a prisão em segunda instância: uma PEC para alterar um dos incisos do artigo 5º da Constituição Federal e um projeto do deputado federal Gilson Marques (NOVO/SC) que defende uma mudança mais simples e rápida, porém suficiente, que é a alteração de um artigo do Código Processual Penal.

MBL nos protestos

“Existe corrupção no judiciário. O povo brasileiro sabe, por isso exige do Senado a investigação de todos os ministros. Todo juiz, todo promotor, todos que se envolveram em escândalos, devem ser investigados pela CPI da Lava Toga. Atenção, senadores: o povo brasileiro está de olho. Quem não assinar, vai rodar. O recado está dado”, disse Kim Kataguiri à multidão. [3]

Falando em MBL

A presidente do PT, a deputada federal Gleisi Hoffmann (PT/SP), publicou nas redes após a renúncia de Evo Morales que “direita não combina com democracia”. O MBL ironizou: “O que combina é Maduro e Fidel Castro”. [1][2]

Ainda sobre o MCSI – 1

Na última semana, a coluna contou um pouco mais sobre o MCSI – Movimento Combustível Sem Imposto. A entidade, que tem métodos diferentes de divulgação, informou nas redes sociais que o deputado federal Marcel van Hattem (NOVO/RS), líder do partido na Câmara, teria negado conceder entrevista à organização. “Ele não quis nos dar entrevista e de forma sutil disse que não apoia o movimento pois prefere a privatização da Petrobras”, afirmou. [3]

Ainda sobre o MCSI – 2

Aliás, em entrevista gravada, o deputado federal Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL/SP) disse que é uma “excelente cobrança” o fim dos impostos sobre combustíveis.

Falando no príncipe

Foi criada na última semana uma subcomissão parlamentar sobre reforma política na Câmara dos Deputados que será presidida pelo parlamentar. Por outro lado, será relatada pelo deputado Samuel Moreira (PSDB/SP), o mesmo que relatou a reforma da Previdência. Só espera-se que o resultado não seja o mesmo: da última vez, Moreira foi o coveiro da capitalização, importante programa para os liberais.

Falando em Previdência…

Está marcada para esta terça feira, 12 de novembro, às 10h no Plenário Ulysses Guimarães, a promulgação da reforma da Previdência.

Voucher-Educação avança – 1

O deputado federal Tiago Mitraud (NOVO/MG) organizou na última quinta-feira (7) na Câmara dos Deputados uma audiência pública para debater escolas conveniadas e vale-educação. Um dos pontos abordados no debate é que os recursos do Fundeb não devem ser utilizados, necessariamente, para financiar as escolas – mas sim financiar os alunos. Essa discussão pode permitir que o Estado no futuro terceirize parte da educação, indo ao encontro do projeto defendido pelo liberal Milton Friedman (1912-2006).

Voucher-Educação avança – 2

Como se sabe, Mitraud e o deputado federal Marcelo Calero (Cidadania/RJ) – ambos associados ao Livres, movimento suprapartidário de viés liberal – protocolizaram em junho uma emenda à PEC 15/2015 propondo que a Constituição inclua possibilidade que “parte dos recursos do Fundeb” possam ser direcionados por estados e municípios para “organizações da sociedade civil e para financiar bolsas de estudo em instituições de ensino privadas”.

Guedes articulador

Surpreende a todos a capacidade de articulação e diálogo que o ministro Paulo Guedes, da Economia, tem com os poderes. Nos dias seguintes da apresentação da nova reforma de Estado proposta pelo governo, Guedes reuniu-se com os principais nomes em Brasília para apresentar, pessoalmente, o projeto. Na imprensa, há quem comece a apostar que o ministro pode pleitear a faixa presidencial se bem-sucedido.

Guedes alvo

Agora solto, Lula aponta a artilharia justamente para a política econômica de Guedes. Ele compreende que enquanto o governo faz barulho e cria distrações, Guedes empreende uma reforma de Estado que vai contra os “princípios” – e métodos – do PT fazer política.

Lyra e o movimento conservador

O vereador Leandro Lyra (NOVO/RJ) lançou na última semana a atualização do seu “Raio X” do orçamento. Agora, o cidadão carioca pode conferir detalhes dos gastos da Prefeitura do Rio direto no navegador, em um site criado pela equipe do parlamentar. No evento, realizado na Câmara Municipal, estiveram também presentes nomes ligados ao “Movimento Conservador”, nome nacionalizado do antigo “Direita São Paulo”.

Ilha da Fantasia

Esta semana ocorrerá a Cúpula dos BRICS, no Distrito Federal, com a presença dos cincos líderes de governo. Devido a isso, o governador Ibaneis Rocha (MDB) decretou ponto facultativo. Seguindo a onda, o governo federal, em diversos setores, fez o mesmo. Na mesma linha, foi o Senado e a Câmara. Resumindo: só haverá dois dias úteis na Esplanada dos Ministérios.

Segurança reforçada

Em qualquer evento que se faça presente, a segurança do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), que é o novo desafeto do presidente Bolsonaro, exige extensa inscrição de convidados, pedindo até o CPF. É o “protocolo” da segurança institucional.

AncapHub

Um jovem gaúcho iniciou uma campanha para levantar R$ 6.000 para criar uma “plataforma que irá conectar e formar libertários ao redor do planeta”, que será chamada de AncapHub. Dentre os recursos que o ativista quer incluir no sistema, será encontrar libertários próximos da sua localização e, com eles, criar grupos de estudos, bem como organizar e divulgar eventos em um “calendário aberto”. “E o mais legal, criar campanhas para ações voluntárias, desde limpar uma praça a levantar fundos”, diz o idealizador em vídeo divulgado no Catarse. Aos interessados, basta clicar aqui e conhecer mais.

25 anos de Plano Real no Rio de Janeiro

O documentário do Plano Real, realizado pelo Livres e com direção de Mano Ferreira, será exibido pela primeira vez no Rio de Janeiro na próxima terça-feira (12), às 19h. O local não poderia ser mais especial, a PUC-Rio – de onde saíram os principais mentores do plano.

Bolsonaro na Polícia Federal

Na última semana ocorreu a formatura da primeira turma de novos policiais federais do governo Bolsonaro. Pela primeira vez, um presidente da República comparece ao evento. Em seu discurso, Bolsonaro agradeceu aos policiais que o acompanhavam durante sua campanha presidencial e, principalmente, àqueles que estavam com ele no dia da facada, em Juiz de Fora.

Não perca nossas colunas

Receba a Coluna Panorama e outros conteúdos especiais do Boletim da Liberdade direto no seu WhatsApp. Basta clicar aqui e entrar em nosso grupo exclusivo, cujas vagas são limitadas. O Boletim também criou um canal no Telegram. Se você aprecia o conteúdo do Boletim da Liberdade, não deixe também de realizar uma assinatura mensal. Com uma pequena contribuição mensal, você ajuda a financiar o jornalismo independente e pró-liberdade.


Fotos: (1) Reprodução/Twitter @mblivre / (2) Tiago Mitraud: Cleia Viana/Câmara dos Deputados / (3) Reprodução/Facebook / (4) Reprodução/Twitter