fbpx
PUBLICIDADE

França de Macron impõe restrições para quem não se imunizar

País estaria enfrentando perda de velocidade no índice de vacinação, o que teria sido um estímulo para novas restrições, que incluem restaurantes, cinemas e bares
Foto: Remi Jouan/Wikimedia/Creative Commons
PUBLICIDADE

A França impôs restrições aos cidadãos que não forem vacinados contra a Covid-19. O anúncio foi feito na última segunda-feira (12) pelo presidente Emmanuel Macron. [1]

PUBLICIDADE

O passaporte sanitário ou teste negativo de contaminação será uma das exigências para que os cidadãos possam frequentar estabelecimentos de confraternização, lazer e cultura, como cinemas, parques, shows, restaurantes e bares.

Em seu comunicado à nação, o político prometeu ainda “estender o uso de passes de saúde o máximo que pudermos”. De acordo com dados trazidos pelo jornal “Folha de S. Paulo”, a medida foi provocada porque a campanha de vacinação no país teria perdido velocidade.

PUBLICIDADE

Até o momento, 53% dos franceses teriam tomado a primeira dose e 40% estaria plenamente vacinada. Países europeus estão preocupados com a proliferação da variante Delta, que tem maior índice de contaminação.

Leia também:  CPI quer indiciar Bolsonaro em 9 crimes: veja quais

No Brasil, após ser aprovado por unanimidade no Senado, o passaporte de vacinação tramita na Câmara dos Deputados. O projeto é de autoria do senador Carlos Portinho (PL/RJ), entrevistado pelo Boletim da Liberdade em junho. Ele sustenta que a iniciativa seria positiva para a economia.

Apesar disso, o presidente Jair Bolsonaro prometeu que vetará o texto, se aprovado na Câmara, onde deve enfrentar maior resistência. Desde o início da pandemia, Bolsonaro defende a não obrigatoriedade da vacinação.

+ Bolsonaro se manifesta sobre se vetaria projeto de passaporte sanitário

PUBLICIDADE

+ Certificado de vacinação é o ‘passaporte da liberdade’, diz senador que apresentou projeto

+ Projeto de passaporte de imunização é aprovado no Senado Federal

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?