fbpx
PUBLICIDADE

‘Se não cair, Lula volta’, diz arte do MBL em defesa do impeachment

Grupo também defendeu Kim Kataguiri, que foi atacado por bolsonaristas por ter sido um dos que subscreveram o pedido que contou com nomes de esquerda
Carreata pró-impeachment de Jair Bolsonaro ocorrida em 2020, em São Paulo, contou com o apoio de movimentos como o MBL e o Vem Pra Rua (Foto: Reprodução/Facebook Kim Kataguiri)
PUBLICIDADE

O Movimento Brasil Livre começou a divulgar nesta quarta-feira (30) a mensagem de que, se Jair Bolsonaro não sofrer impeachment, o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) pode voltar.

PUBLICIDADE

Com as incrições “se ele não cair, Lula volta” e com o rosto de Jair Bolsonaro no lugar do personagem de Frank Underwood, da série norte-americana House of Cards (Netflix), com mãos ensaguentadas, o deputado federal Kim Kataguiri (DEM/SP) publicou uma arte do grupo e pediu em suas redes “tuitaço pelo impeacment do genocida”. [1]

Como noticiado pelo Boletim da Liberdade mais cedo, Kataguiri foi um dos poucos nomes não alinhados à esquerda que subscreveram o chamado “superpedido de impeachment” contra Jair Bolsonaro, apresentado nesta também nesta quarta (30) na Câmara.

PUBLICIDADE

O parlamentar foi o único liberal a subscrever o pedido. Nenhum deputado do Partido Novo assinou o pedido.

Criticado por bolsonaristas pela companhia de nomes não alinhados ideologicamente, Kim Kataguiri relembrou o pedido de impeachment subscrito por ele em que pediu o afastamento da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), em 2015.

“Bolsonaristas não sabem disso porque sequer participaram do processo, mas, para conseguir o impeachment da Dilma, o MBL sentou com parlamentares de esquerda, juntamos nosso pedido com o do Hélio Bicudo (fundador do PT) e teve apoio de parlamentares do PSB e PPS”, escreveu nas redes sociais. [2]

PUBLICIDADE

O Movimento Brasil Livre (MBL) também saiu em defesa do parlamentar. “Coerência e independência é isso. Lutar pelo que é certo sempre. Sem nojinho de fazer a boa política. Sem covardia de ir para a tabalha. Vamos para cima. Avante, super pedido de impeachment. Avante, Kim Kataguiri”, disse o grupo. [3]

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama