fbpx
PUBLICIDADE


Barroso paralisa efeitos de decisão de Kássio Nunes em posse de políticos

Na prática, a medida tomada pelo presidente do TSE impede temporariamente que candidatos de 2020 se beneficiem da liminar de Kássio Nunes

- Publicado no dia
Ministro Roberto Barroso durante sessão plenária do STF (Foto: Carlos Moura/SCO/STF)

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Luiz Roberto Barroso reagiu neste domingo (27) à decisão monocrática do também ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Kássio Nunes Marques de suspender um trecho da Lei da Ficha Limpa para casos em julgamento das eleições de 2020. Na prática, ele paralisou os efeitos da decisão. [1]

Kássio Nunes, indicado para o cargo pelo presidente Jair Bolsonaro em substituição ao decano Celso de Mello, havia decidido no domingo (20) modificar temporariamente o trecho da lei que previa inelegibilidade para todos os condenados desde a condenação até o fim do prazo de 8 anos “após o cumprimento da pena”, retirando a parte final. A decisão se restringiria a casos pendentes de análise pelo TSE e o STF sobre as eleições deste ano.


PUBLICIDADE



A medida de Barroso impede a posse de políticos que seriam beneficiados pela decisão de Kássio Nunes. Embora extensiva aos demais, a decisão foi tomada no caso de um candidato a prefeito de Pinhalzinho, em São Paulo, que teve o registro indeferido por continuar dentro do prazo de inelegibilidade previsto na lei, de acordo com o texto original.

A ideia do ministro é aguardar uma nova manifestação do plenário do STF sobre o assunto. Já houve no mínimo cinco tentativas de candidatos de se beneficiarem da liminar de Kássio Nunes para assumirem os cargos a que concorreram.

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.