fbpx
PUBLICIDADE

Após Bolsonaro afirmar ter tido fraude em 2018, João Doria sugere nova eleição

Governador de São Paulo defendeu que Bolsonaro peça para refazer as eleições presidenciais ainda pleito de 2020, marcado para outubro, quando os brasileiros escolherão novos prefeitos e vereadores
João Doria (Wilson Dias/Agência Brasil)
João Doria (Wilson Dias/Agência Brasil)

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), reagiu ante às declarações do presidente Jair Bolsonaro, ainda nos Estados Unidos, sobre ter havido uma fraude nas eleições de 2018. Para o tucano, se Bolsonaro acredita em fraude, devem ser convocadas novas eleições. [1]

“Se o presidente não confia na sua própria eleição, ele que participe de outra. Antecipemos as eleições, façamos as eleições para presidente da República junto com as eleições de prefeitos e vereadores. Se ele acredita que ela foi fraudada, que se submeta a nova eleição ou obedeça as regras. As regras estão claras”, afirmou.

Em sua fala, amplamente repercutida, Bolsonaro não apresentou provas, mas disse que fará isso “brevemente”. Ele sustenta ter sido eleito ainda no primeiro turno das eleições presidenciais.









O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama