fbpx
PUBLICIDADE

Nando Moura diz que influenciadores bolsonaristas já tentaram usá-lo para difundir narrativas

O youtuber comentou a matéria publicada pelo jornalista Felipe Moura Brasil e decidiu dar seu testemunho pessoal sobre alguns dos fatos descritos
Nando Moura (Foto: Reprodução/Youtube)

Nando Moura (Foto: Reprodução/Youtube)

O youtuber Nando Moura, que já estava em atrito com alguns influenciadores simpáticos ao governo Bolsonaro, comentou neste sábado (12) a matéria publicada pelo jornalista Felipe Moura Brasil na revista Crusoé a respeito da militância bolsonarista. Ele deu um testemunho pessoal, afirmando que alguns influenciadores tentaram usá-lo para difundir narrativas.

Na reportagem “Blogueiros de crachá – mensagens de WhatsApp revelam como atua a militância bolsonarista”, Felipe Moura apontou a existência de uma rede de relacionamento entre os militantes bolsonaristas, com lideranças dentro de posições do governo, para espalhar discursos e estratégias, inclusive com o objetivo de destruir reputações. Nando Moura começou seu vídeo dizendo que falaria do que sabe e viveu e que não sabe se tais influenciadores são remunerados para fazer o que fazem.

“Eu sei que existem pessoas, e não vou citar o nome, que influenciam em cascata outras pessoas”, admitiu Nando. Ele disse que essas pessoas “começam a inocular dentro da mente” de outras “algumas narrativas, por exemplo, de fritar o Deltan Dallagnol” ou “Augusto Aras na PGR é a melhor opção agora”. Nando questionou a capacidade desses influenciadores de mudarem rapidamente a narrativa a ser difundida de acordo com a conveniência do momento.





Segundo ele, a mesma pessoa que tentou convencê-lo a elogiar a nomeação de Augusto Aras para a procuradoria-geral da República também defendeu André Mendonça, advogad0-geral da União, para ocupar uma vaga no STF. Nando Moura define Mendonça como “um cara da turma do Gilmar Mendes e do Lewandowski”. Disse ainda que a discordância atrai o “achincalhamento” por parte dessa rede de influenciadores. Confira o vídeo:





O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama