fbpx

Paulo Guedes demite secretário da Receita Federal por causa da nova CPMF, diz site

Demissão vem após suposta divulgação não autorizada de informações advindas de estudos internos do Ministério da Economia; entendimento do ministro, diz o site 'O Antagonista', é que atitude atrapalhou governo
Marcos Cintra, ex-secretário de Receita Federal e defensor do Imposto Único (Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)

O ministro Paulo Guedes, da Economia, demitiu na tarde desta quarta-feira (11) o secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra. A informação foi divulgada e apurada pelo site O Antagonista.

Segundo a publicação, a medida se deu após Cintra, sem ser autorizado, divulgar informações dos estudos promovidos pelo Ministério da Economia sobre um novo tributo sobre movimentações financeiras.

[wp_ad_camp_1]

Conhecido por defender o imposto único em modelo similar ao “e-tax” defendido pelo Instituto Brasil 200, do empresário Flávio Rocha, Cintra já havia causado estresses no início do ano ao cogitar uma tributação sobre igrejas – medida que foi negada pelo próprio presidente Bolsonaro.

Na avaliação de Guedes, diz O Antagonista, desta vez Cintra contribuiu para o entendimento negativo do público sobre a possibilidade de um imposto sobre movimentação financeira.

O ministro defende que essa novo tributo só seria justificável caso substituísse outros, como a folha de pagamento, política que mesmo assim é vista com reticência por outros grupos liberais.

+ Guedes volta a defender imposto sobre movimentação financeira

+ João Amoêdo critica possibilidade de volta da CPMF

[wp_ad_camp_3]

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?