fbpx
PUBLICIDADE

Rodrigo Maia estima que reforma já contaria com 325 votos no Plenário

Presidente da Câmara dos Deputados afirmou a jornal que reforma já teria mais votos do que ele imaginava e que, portanto, estaria apta a ir a Plenário uma vez aprovada pela Comissão Especial
Rodrigo Maia (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Rodrigo Maia (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ), afirmou nesta quarta-feira (3) que a PEC da reforma da Previdências já tem votos suficientes para ser aprovada no Plenário. Segundo a estimativa do parlamentar, já seria possível prever 325 votos favoráveis. Por se tratar de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC), a medida precisa de 3/5 dos votos para ser aprovada – ou 308 deputados. [1]

Desidratada e sem a capitalização, a nova reforma não é a ideal de Paulo Guedes, mas mesmo assim considerada fundamental para dar fôlego às contas públicas e ao governo.

Sobre o recesso parlamentar, com data prevista para o início no dia 17, Maia afirmou que acredita que a Câmara poderá votar antes. O governo estuda ainda a possibilidade de sugerir o fim do recesso para que o Senado já inicie a tramitação da reforma brevemente. [2]





+ NOVO estuda propor três mudanças no projeto da reforma da Previdência





O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama