fbpx
PUBLICIDADE


‘Levy não vem sendo leal àquilo que foi combinado’, diz Bolsonaro a jornalistas

Presidente desabafou contra o atual presidente do BNDES e ex-ministro da Fazenda de Dilma Rousseff após o executivo nomear como diretor do banco público um homem que foi ligado ao governo petista

- Publicado no dia
Joaquim Levy (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro teceu uma dura crítica ao presidente do BNDES, Joaquim Levy, no início da tarde deste sábado (15) em entrevista a jornalistas. [1]

Segundo Bolsonaro, “Levy já vem há algum tempo não sendo leal àquilo que foi combinado”. “Nem àquilo que ele conhece a meu respeito. Ele está com a cabeça a prêmio já há algum tempo”, afirmou.

Bolsonaro deseja que o presidente do BNDES demita o novo diretor de mercado do banco e que, segunda o jornal Folha de S. Paulo, já havia trabalhado na gestão petista: Marcos Barbosa Pinto. E garantiu que ameaçou o próprio Levy de demissão caso Pinto não seja demitido na segunda-feira.


PUBLICIDADE



“Eu já estou por aqui com o Levy. Falei pra ele: demita esse cara [Marcos Barbosa Pinto] na segunda-feira ou eu demito você, sem passar pelo Paulo Guedes”, afirmou Bolsonaro.

De acordo com o informado pelo jornal O Globo, contudo, esse não é o primeiro estresse que Levy passa pelo governo. [2]

Além de o presidente não ter ficado satisfeito com a “abertura da caixa-preta” promovida por Levy, o ministro Paulo Guedes também estaria incomodado com o fato de ter encontrado resistência no executivo na devolução de valores do banco ao Tesouro. Para substituí-lo, estaria cotado, inclusive, o nome de Salim Mattar, conhecido por ter sido um mecenas do movimento liberal e ser o atual secretário de privatizações de Guedes.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.