fbpx
PUBLICIDADE


General da reserva, Paulo Chagas vira alvo de busca e apreensão após críticas ao STF

Militar, que concorreu ao governo do Distrito Federal em 2018, ironizou a visita e lamentou-se não estar presente para poder receber pessoalmente os agentes da Polícia Federal a mando de Alexandre de Moraes

- Publicado no dia
Foto: Reprodução/Jornal de Brasília

O general da reserva Paulo Chagas, que foi candidato ao governo do Distrito Fedral em 2018 pelo PRP, foi um dos alvos dos mandados de busca e apreensão expedidos pelo Supremo Tribunal Federal nesta terça-feira (16). [1]

Nas redes sociais, o militar disse que foi “honrado com a visita da Polícia Federal em sua residência” e informou que a ordem veio do ministro Alexandre de Moraes. [2]

“Lamentei estar fora de Brasília e não poder recebê-los pessoalmente”, ironizou.

No Twitter, Chagas tem como imagem de capa uma foto ao lado do Imperador de Jure do Brasil, Dom Luiz de Orleans e Bragança, trineto de Dom Pedro II e quem reinaria o país caso não tivesse sido proclamada a República.


PUBLICIDADE



STF aperta o cerco

De acordo com o apurado em diversos veículos jornalísticos, a iniciativa visa questionar autores de críticas ao Supremo Tribunal Federal.

Ainda nesta segunda-feira (15), o ministro Alexandre de Moraes, a pedido do presidente da Corte, Dias Toffoli, pediu a censura de dois veículos jornalísticos do país que divulgaram uma delação premiada de Marcelo Odebrecht que, supostamente, citaria o magistrado.

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.