PUBLICIDADE


Deputado Marcelo Calero, do Livres, pede coragem a Bolsonaro para trocar Vélez

Ex-ministro da Cultura de Michel Temer considerou que presença do Ministro à Comissão Permanente de Educação da Câmara dos Deputados foi um verdadeiro “espetáculo de horror”

- Publicado no dia
Deputado Federal Marcelo Calero (Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

O deputado federal Marcelo Calero (PPS/RJ), associado ao Livres, teceu duras críticas ao ministro Ricardo Vélez, da Educação, que esteve nesta quarta-feira (27) na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados. [1]

O parlamentar afirmou que gestor é “totalmente despreparado, não tem consciência sobre seus deveres, nem menor conhecimento do próprio ministério que gerencia”.


PUBLICIDADE


“O que mais me chamou atenção foi ele não saber o nível de execução orçamentária de sua pasta, perguntas básicas sobre sua opinião sobre autonomia universitária não foram respondidas e a apresentação de Power Point que ele nos deixou parecia ser feita por alunos de escola fundamental”, disse, classificando que sentiu falta de planejamento estratégico e visão de futuro para o setor.

Calero afirmou ainda que Bolsonaro “precisa tomar a decisão corajosa de substituir Ricardo Vélez o mais rápido possível”.

Quem também considerou insatisfatória a reunião com o ministro foi o deputado federal Tiago Mitraud (NOVO/MG), que é ex-CEO da Fundação Estudar.

Já o presidente Jair Bolsonaro desmentiu na noite desta quarta-feira (27) que demitirá o ministro, classificando notícias a respeito disso como “fake news”.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.