fbpx
PUBLICIDADE


De olho no mercado de documentários, Livres lançará filme sobre Plano Real

Sob direção do jornalista Mano Ferreira, produção buscará retratar os pilares liberais do plano, como o controle das contas do governo, em momento onde está em voga a reforma da Previdência

- Publicado no dia
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso foi um dos entrevistados do documentário do Livres (Foto: Reprodução/Facebook)

O Real completa em julho 25 anos desde sua estreia oficial como moeda no Brasil. O tema, que já tem sido explorado nas redes sociais do movimento Livres, resultará em um documentário com estreia prevista para julho. Trata-se da primeira produção do gênero da organização, que se destaca por ser suprapartidária, de viés liberal e reunir nomes como os deputados federais Tiago Mitraud (NOVO/MG), Marcelo Calero (PPS/RJ) e economistas como Elena Landau, Pérsio Arida e Ricardo Paes de Barros.

“Queremos recuperar o que era a vida com a hiperinflação para as gerações que não viveram o problema na pele. Além disso, explicar que a causa central da inflação é o descontrole das contas do governo – assunto que ganha ainda mais em importância no contexto atual de descontrole do crescimento dos gastos públicos, liderados pela Previdência”, explicou Mano Ferreira, que é o diretor da produção, ao Boletim da Liberdade.

Ferreira revelou ainda que já tem mais de 10 horas de material bruto e que o filme também abordará “fundamentos liberais do Plano Real”.


PUBLICIDADE



Dos entrevistados, estão desde os principais economistas criadores do projeto, como o próprio Arida, Gustavo Franco, Pedro Malan e Edmar Bacha, a outras figuras importantes para sua implantação, como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o ex-ministro Rubens Ricupero. Trechos das entrevistas já foram divulgadas nas redes sociais do Livres (ver abaixo).

A entidade não descarta estrear o filme nos cinemas (mas as negociações ainda estariam em curso) e admite que pode ser apenas o primeiro de outros documentários a serem lançados no futuro.

Pelo sim ou pelo não, a iniciativa marca a entrada do Livres no mercado onde a produtora “Brasil Paralelo” fez seu nicho de atuação – só que com produções políticas de viés mais conservador. No final de março, a BP lança um filme para recontar a história do início do regime militar. Em 2019, também terá estreia do documentário do Movimento Brasil Livre sobre o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, que terá como título o sarcástico lema “Não vai ter golpe“.

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.