PUBLICIDADE


Pedido de Flávio Bolsonaro ‘cheira muito mal’, diz Kim Kataguiri, do MBL

Coordenador nacional do Movimento Brasil Livre e deputado federal eleito pelo DEM de São Paulo criticou a decisão e compartilhou questionamentos feitos pelo MBL sobre a polêmica

- Publicado no dia
Kim Kataguiri (Foto: Reprodução / Uol)

O deputado federal eleito Kim Kataguiri (DEM/SP) criticou nas redes sociais o pedido do senador eleito Flávio Bolsonaro para suspender a investigação de seu ex-assessor, Fabricio Queiroz. [1]

No Twitter, afirmou que a situação “cheira muito mal” e relembrou que, quando o vereador Fernando Holiday (DEM), que assim como Kim é coordenador do MBL, foi acusado no passado, “ele mesmo se denunciou no MP para ser investigado e mostrar que é inocente”.

O Movimento Brasil Livre também manifestou-se nas redes sociais contra a medida do Supremo Tribunal Federal que suspendeu a investigação.


PUBLICIDADE


“Mas o foro não foi limitado pelo STF a eventos ocorridos durante o mandato e relativos ao mandato?”, questionou o MBL, obtendo mais de 150 compartilhamentos. Por fim, a entidade perguntou se é Flávio Bolsonaro quem está sendo investigado, uma referência à principal resposta que o senador eleito costuma dar quando questionado sobre o caso – de que ele não é investigado.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Leia também:  Advogado do MBL diz que caminhoneiros são 'MST de luxo' de Bolsonaro
Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.