fbpx
PUBLICIDADE

Flavio Bolsonaro consegue que STF suspenda investigação sobre Queiroz

Filho do presidente e senador eleito pelo Rio de Janeiro, Flavio obteve liminar do ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, que garantiu a suspensão do processo envolvendo seu ex-assessor parlamentar
Flávio Bolsonaro (Foto: Reprodução / O Dia)
Flávio Bolsonaro (Foto: Reprodução / O Dia)
PUBLICIDADE

O senador eleito pelo Rio de Janeiro, Flavio Bolsonaro (PSL/RJ), pediu nesta quarta-feira (16) ao Supremo Tribunal Federal que fosse interrompida a investigação feita pelo Ministério Público contra seu ex-assessor parlamentar, Fabricio Queiroz, investigado pelo Coaf por transações financeiras suspeitas. A informação foi publicada originalmente pelo site “Crusoé”. [1]

PUBLICIDADE

Nesta quinta-feira (17), o MP-RJ divulgou uma nota comunicando a imprensa sobre a suspensão do processo. A liminar veio do ministro Luiz Fux e terá vigor até que o relator da ação, Marco Aurélio Mello, se pronuncie. [2]

O processo sobre Fabrício Queiroz, que corre em segredo de justiça, e seu desdobramento desde dezembro é considerado um dos pontos mais nebulosos envolvendo a família Bolsonaro. Além de explicações controversas, o próprio investigado e Flavio Bolsonaro já se ausentaram diversas vezes de oportunidades de prestar esclarecimentos ao Ministério Público.

PUBLICIDADE

Compartilhe essa notícia:
Leia também:  Com base em parecer jurídico, Pacheco recusa impeachment de Moraes

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama