fbpx
PUBLICIDADE


Michel Temer passa a faixa presidencial para o presidente Jair Bolsonaro: assista

Novo presidente da República se despediu de Michel Temer e discursou para o público na Praça dos Três Poderes ao lado do vice-presidente eleito, Hamilton Mourão; Michelle Bolsonaro surpreendeu o público

- Publicado no dia
Foto: Reprodução/GloboNews

Após ser empossado e fazer o seu primeiro discurso como presidente no plenário da Câmara dos Deputados, Jair Bolsonaro recebeu a faixa presidencial das mãos do agora ex-presidente Michel Temer no Palácio do Planalto na tarde desta sexta-feira (1º).

Após a entrega da faixa presidencial, o novo presidente da República se despediu de Temer, no interior do palácio, e voltou com a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, ao parlatório.

Michelle Bolsonaro surpreendeu o público fazendo um discurso em libras e prometeu “contribuir com a promoção do ser humano”. A primeira-dama também beijou seu marido, levando os presentes ao delírio.


PUBLICIDADE



Foto: Reprodução/GloboNews

Tomando a palavra em seguida, Bolsonaro falou que “esse momento não tem preço” e afirmou que só está sendo possível porque “Deus preservou sua vida”. “Juntos, podemos trazer paz e prosperidade para o nosso povo”, afirmou.

“Hoje, o povo começou a se libertar do socialismo, da inversão de valores, do gigantismo estatal e do politicamente correto. As eleições deram voz a quem não era ouvido. A voz das ruas e das urnas foram muito claras. Estou aqui para responder e, mais uma vez, me comprometer com esse desejo de mudança. Também estou aqui para renovar nossas esperanças e lembrar que, se trabalharmos juntos, essa mudança será possível. […] A partir de hoje, vamos promover as transformações que o país precisa. Temos recursos minerais abundantes, terras férteis abençoadas por Deus e um povo maravilhoso. Os primeiros passos já foram dados e, graças a vocês, fui eleito com a campanha mais barata da história”, afirmou, para delírio do público.

O presidente afirmou ainda que o brasileiro deve sonhar com o fruto do seu trabalho pela meritocracia e que o governo deve “pavimentar rumo um futuro melhor, ao invés de criar pedágios e barreiras”.  Ao fim, ergueu a bandeira do Brasil ao lado do novo vice-presidente, Hamilton Mourão, e disse que ela “jamais será vermelha”.


PUBLICIDADE



★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.