fbpx
PUBLICIDADE


Advogado do MBL protocolará pedido de impeachment contra Marco Aurélio Mello

Em transmissão ao vivo nas redes sociais, advogado Rubinho Nunes, ativista do movimento, afirmou que a peça já está pronta e que liminar de Marco Aurélio quebrou decoro e foi irresponsável

- Publicado no dia
Rubinho Nunes é advogado e coordenador do MBL (Foto: Reprodução/YouTube)

O advogado Rubinho Nunes, ativista do Movimento Brasil Livre, anunciou em transmissão ao vivo nas redes sociais na noite desta quarta-feira (19) que ingressará com um pedido de impeachment contra o ministro Marco Aurélio Mello, do STF.

Para Nunes, a decisão do ministro que liberou a soltura de condenados em segunda instância foi um “circo” e um “golpe”, orquestrado antecipadamente com partidos de esquerda. Discurso similar ao utilizado por Renan Santos, coordenador nacional do MBL, que defendeu em vídeo a derrubada de todo o Supremo após acusar a instituição de tentar fazer um golpe de Estado. Horas mais tarde, o presidente da corte, Dias Toffoli, suspendeu os efeitos da liminar.


PUBLICIDADE



“O ministro Marco Aurélio [Mello] descumpriu claramente uma decisão da turma, do colegiado, e incorreu em crime de responsabilidade. Assim como por quebrar o decoro. Por isso, iremos protocolar no Senado um novo pedido de impeachment. Já elaborei a peça, que está pronta e passando por revisão. Não tem como a gente tolerar esse tipo de postura”, afirmou Nunes.

O advogado lembrou ainda que, em novembro, protocolou um pedido de impeachment contra o ministro Luiz Fux e que, a partir do ano que vem, o movimento vai pressionar mais para que esses processos andem.

“Um senador do MBL já se comprometeu que, ano que vem, quando for empossado, vai dar botar pra andar um monte de pedido de impeachment que o presidente do Senado, Eunício Oliveira, está sentado em cima”, informou.

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.