fbpx
PUBLICIDADE


Bolsonaro define os 15 ministérios de seu governo; Dilma chegou a ter 39

Dentre as principais novidades, está a integração das pastas Fazenda, Planejamento, Indústria e Comércio Exterior em um poderoso Ministério da Fazenda, a ser comandado pelo liberal Paulo Guedes

- Publicado no dia
(Foto: Reprodução / El País)

O presidente eleito Jair Bolsonaro finalmente bateu o martelo sobre a quantidade de ministérios que comporão o seu governo e como será a divisão temática deles.

Ficou deliberado o número de quinze pastas, menor do que 29 atuais e aos 39 da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

Os nomes dos ministros serão divulgados aos poucos pelas redes sociais do candidato.

[irp posts=”20425″ name=”Sergio Moro deve aceitar convite para ser ministro de Bolsonaro, diz ‘Estadão'”]

De acordo com o divulgado pelo jornal O Globo, as pastas serão as seguintes: [1]

Nome do Ministério
Ministros (a confirmar*)
Ministério da Casa Civil Onix Lorenzoni
Ministério da Economia Paulo Guedes
Ministério da Defesa General Heleno
Ministério da Saúde -
Ministério da Ciência e Tecnologia Marcos Pontes
Ministério da Educação, Esportes e Cultura -
Ministério das Minas e Energia -
Ministério da Justiça e Segurança Sérgio Moro*
Ministério da Integração Nacional -
Ministério da Infraestrutura -
Gabinete da Segurança Institucional -
Ministério do Desenvolvimento Social -
Ministério das Relações Exteriores Luiz P. de Orleans e Bragança*
Ministério do Trabalho -
Ministério da Agricultura e Meio Ambiente -

+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.