PUBLICIDADE


Bolsonaro define os 15 ministérios de seu governo; Dilma chegou a ter 39

Dentre as principais novidades, está a integração das pastas Fazenda, Planejamento, Indústria e Comércio Exterior em um poderoso Ministério da Fazenda, a ser comandado pelo liberal Paulo Guedes

- Publicado no dia
(Foto: Reprodução / El País)

O presidente eleito Jair Bolsonaro finalmente bateu o martelo sobre a quantidade de ministérios que comporão o seu governo e como será a divisão temática deles.

Ficou deliberado o número de quinze pastas, menor do que 29 atuais e aos 39 da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

Os nomes dos ministros serão divulgados aos poucos pelas redes sociais do candidato.

Leia também:  Sergio Moro deve aceitar convite para ser ministro de Bolsonaro, diz 'Estadão'

De acordo com o divulgado pelo jornal O Globo, as pastas serão as seguintes: [1]

Nome do Ministério
Ministros (a confirmar*)
Ministério da Casa Civil Onix Lorenzoni
Ministério da Economia Paulo Guedes
Ministério da Defesa General Heleno
Ministério da Saúde -
Ministério da Ciência e Tecnologia Marcos Pontes
Ministério da Educação, Esportes e Cultura -
Ministério das Minas e Energia -
Ministério da Justiça e Segurança Sérgio Moro*
Ministério da Integração Nacional -
Ministério da Infraestrutura -
Gabinete da Segurança Institucional -
Ministério do Desenvolvimento Social -
Ministério das Relações Exteriores Luiz P. de Orleans e Bragança*
Ministério do Trabalho -
Ministério da Agricultura e Meio Ambiente -
★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.