fbpx
PUBLICIDADE

Bolsonaro define os 15 ministérios de seu governo; Dilma chegou a ter 39

Dentre as principais novidades, está a integração das pastas Fazenda, Planejamento, Indústria e Comércio Exterior em um poderoso Ministério da Fazenda, a ser comandado pelo liberal Paulo Guedes
(Foto: Reprodução / El País)
(Foto: Reprodução / El País)

O presidente eleito Jair Bolsonaro finalmente bateu o martelo sobre a quantidade de ministérios que comporão o seu governo e como será a divisão temática deles.

Ficou deliberado o número de quinze pastas, menor do que 29 atuais e aos 39 da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

Os nomes dos ministros serão divulgados aos poucos pelas redes sociais do candidato.





[irp posts=”20425″ name=”Sergio Moro deve aceitar convite para ser ministro de Bolsonaro, diz ‘Estadão'”]

De acordo com o divulgado pelo jornal O Globo, as pastas serão as seguintes: [1]

[wpsm_comparison_table id=”5″ class=””]




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama