fbpx
PUBLICIDADE


Banalização do mal? Lanchonete cria ‘Geisel Burger’ após revelações da CIA

Situada em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, estabelecimento tem um estilo todo próprio e já homenageou outros políticos associados à direita; homenagear Geisel é de bom gosto? Vote na enquete

- Publicado no dia
Foto: Reprodução/Facebook

Uma lanchonete situada em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, divulgou nesta segunda-feira (14) em sua página no Facebook o mais novo lanche do cardápio: Geisel Burger.

O slogan de gosto duvidoso não deixa dúvidas sobre a referência às revelações da CIA que dão conta que o ex-presidente teria permitido execuções ilegais de brasileiros em seu mandato: “O hambúrguer que manda sua fome pra vala”. [1]


PUBLICIDADE



Com sanduíche composto por 200g de carne, maionese, queijo muçarela e “muito” bacon, o lanche não é o primeiro que segue um estilo político peculiar na lanchonete. “Fome é coisa de comunista, e todo mundo sabe que o Tio Trutis [uma referência ao nome da empresa] odeia o comunismo”.

Ao lado do recém-criado Geisel Burger, dividem espaço no cardápio lanches como o Bolso Burger (creme de alho, sabor tradicional, brasileiro e “sem frescura”) e o The Trump Burger (com 280g de carne, bacon e barbecue de Bourbon). [2][3]

E você, gostou do estilo da lanchonete e, especialmente, de um lanche em homenagem à Geisel? Ou não, achou de mal gosto? Vote na enquete abaixo, que ficará no ar até a próxima quinta-feira (24).

Homenagear Geisel em sanduíche brincando com as revelações da CIA é de bom gosto?

  • Sim. O politicamente correto é uma desgraça e se Geisel fez algo, foi para nos livrar de um mal maior. (71%, 75 Votos)
  • >

  • Não. Políticos mandando matar, fora da lei, brasileiros não têm graça alguma. (29%, 31 Votos)
  • >

Total de Participantes:: 106

Carregando ... Carregando ...
★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.