SOBRE     ASSINE     NEWSLETTER     FACEBOOK     TWITTER     YOUTUBE



Após sofrer perseguição, Ayan estará em congresso do MBL em São Paulo

Analista político dividirá mesa sobre “Guerra Política” com outras duas lideranças do movimento; estão confirmadas também presenças de palestrantes como Helio Beltrão, Flávio Rocha, Kim e Francisco Razzo

- Publicado no dia
Foto: Divulgação

Desde o início do ano, o Movimento Brasil Livre e o Brasil 200 estão investindo em eventos presenciais país afora para aumentar ainda mais a conexão com os seus seguidores. No próximo sábado (5), após incursão em diferentes regiões e cidades do interior, o MBL aterrissa em São Paulo para realização de seu 1º Congresso Municipal.

Com painéis distribuídos pelos período da manhã e da tarde, estão confirmados nomes como Kim Kataguiri, Arthur do Val, Helio Beltrão e o vereador da cidade, Fernando Holiday (DEM). Haverá também uma mesa dedicada ao debate sobre o conceito de “Guerra Política”, que contará com a presença do analista político Luciano Ayan.


PUBLICIDADE



Ele, que teve recentemente suas páginas banidas do Facebook após acusações da mídia tradicional de que utilizava um nome falso (na realidade, era apenas um pseudônimo), dividirá o painel com os coordenadores do MBL Pedro D’eyrot e Renan Santos.

Agora com a identidade revelada, Ayan poderá aprofundar-se no tema que é a sua maior especialidade – e que também tornou popular seu site, o Ceticismo Político. Em entrevista ao Boletim da Liberdade em março, Ayan explicou um pouco sobre o conceito (ou método) de Guerra Política:

“O método é um conjunto de princípios com checklists para sua aplicação. Outro método adicional envolve a criação de bases de conhecimento para as rotinas do oponente de acordo com divisões (por exemplo, causa), o que torna refutações muito mais rápidas. Se o seu adversário só tem narrativas (normalmente fraudulentas), ter bases de refutação ágeis é um diferencial. Em resumo, significa expor a narrativa de seu oponente em sua estrutura e motivação em vez de tratar ingenuamente as coisas como se fossem parte de um ‘debate’.”, disse.

Flávio Rocha também fará exposição

Pré-candidato à presidência da república apoiado pelo MBL, Flávio Rocha (PRB) encerrará o evento com o painel “O país que queremos em 2022”.

Fundador do movimento Brasil 200, ativo desde o início do ano, Rocha deve apresentar sua ideias de país para os apoiadores do movimento.

Informações

O 1º Congresso Municipal do MBL em São Paulo ocorrerá no Salão Nobre da Câmara Municipal de São Paulo das 9h às 17h e tem inscrições gratuitas. Para registrar-se, inscreva-se pelo site do evento.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail




Leia também