PUBLICIDADE


Temer será candidato à reeleição para defender legado, diz ‘Estadão’

Presidente considera que afastamento político de Geraldo Alckmin (PSDB) e Rodrigo Maia (DEM) é definitivo e que apenas ele conseguiria defender o seu legado presidencial e sua própria honra quando atacado

- Publicado no dia

O presidente Michel Temer (MDB) já está avisando aos aliados de que pretende disputar a reeleição. A informação, publicada originalmente pelo jornal O Estado de S. Paulo, vai ao encontro de uma série de especulações que surgiram ao longo das últimas semanas.

Segundo a avaliação de Temer, apenas ele será capaz de defender seu legado presidencial e sua honra. Possíveis aliados, como Geraldo Alckmin (PSDB) e Rodrigo Maia (DEM), já teriam dado indicação de afastamento. [1]


PUBLICIDADE



Jurista, ex-presidente da Câmara dos Deputados e vice-presidente na chapa de Dilma Rousseff (PT) entre 2011 e 2016, Temer assumiu a presidência da república no primeiro semestre daquele ano. De lá para cá, tem feito um governo marcado pela recuperação econômica, reformas estruturais e estabilização política.

Com Temer candidato, a eventual candidatura do Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, perde espaço. Mas, de acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, não totalmente descartada. Se os resultados das pesquisas com Temer candidato forem demasiadamente pífios, apoiar outro nome volta a ser considerado. Meirelles seria o preferido.

+ BLOG DO ASSINANTE: “Deixa o homem trabalhar: reeleger Temer é a melhor opção para os liberais”, diz a assinante Juliana Oliveira

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.