fbpx

Jair Renan foi alvo de busca e apreensão da Policia Civil (DF)

Os agentes fizeram buscas em dois endereços, um em Santa Catarina e o outro no Distrito Federal
Foto: Reprodução

Compartilhe

O filho mais novo de Jair Bolsonaro, Jair Renan, foi alvo de mandado de busca e apreensão em operação da Polícia Civil. A operação aconteceu no Distrito Federal nesta quinta-feira (24). Além de Jair Renan, um grupo é suspeito de estelionato, falsificação de documentos, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro.

Agentes fizeram buscas em dois endereços de Jair Renan. Um apartamento em Balneário Camboriú e outro em área nobre de Brasília. Materiais apreendidos nas operações anteriores revelaram o suposto esquema de fraudes e mais envolvidos, informou a polícia. “A investigação apontou para a existência de uma associação criminosa cuja estratégia para obter indevida vantagem econômica passa pela inserção de um terceiro, ‘testa de ferro’ ou ‘laranja’, para se ocultar o verdadeiro proprietário das empresas de fachada ou empresas ‘fantasmas’, utilizadas pelo alvo principal e seus comparsas.

Leia também:  Hayek College abre processo seletivo para dupla graduação em Brasília e nos Estados Unidos

Ao todo, a Operação Nexum, realizada em conjunto pelas polícias do DF e de SC, cumpre dois mandados de prisão e cinco de busca e apreensão contra um grupo suspeito de estelionato, lavagem de dinheiro, sonegação fiscal e falsificação de documentos. O grupo agia a partir de laranjas e empresas fantasmas.

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?