fbpx

RS: civis e empresários locais se unem enquanto o Estado prefere Madonna

Empresários e civis se uniram para ajudar no resgate das vítimas no RS enquanto o Estado não age, enquanto Lula e Globo preferem o show
Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante Sobrevoo em Canoas, Canoas - RS.
05.05.2024 - Foto: Ricardo Stuckert / PR

Compartilhe

O Rio Grande do Sul (RS) passa pela maior catástrofe natural de sua história, superando a enchente histórica de 1941. Empresários e civis se uniram para ajudar no resgate das vítimas enquanto o Estado não age.

Entre os empresários, o dono das lojas Havan, Luciano Hang, cedeu os dois helicópteros da empresa para auxiliar no socorro e no transporte de mantimentos. Jatinhos particulares transportaram cerca de três toneladas de alimentos.

Moradores da região ajudam como podem, disponibilizando carros, botes, barcos para socorrer os ilhados. No entanto, muitos deles não estão tendo preparo psicológico para lidar com a situação. Civis relatam momentos pesados e até corpos boiando nas águas.

Leia também:  Jorge Seif justifica ida ao show de Madonna: "pedido da esposa"

Autoridades das cidades atingidas ficaram à espera de aeronaves das Forças Armadas. Jairo Jorge, prefeito de Canoas (RS), disse que buscou ajuda do governo Lula para resgatar pacientes que estavam na UTI de um hospital atingido pela enchente.

“Os caminhões do Exército vieram pra cá, mas ao invés de fazer o que estava previsto, ficaram batendo cabeça e foram embora”, disse Jairo. A demora do Exército custou a vida de todos os pacientes.

O comediante Nego Di usou suas redes sociais para denunciar crimes contra voluntários e moradores. Segundo ele, bandidos estavam roubando pertences das pessoas. Um deles estava armado e chegou a atingir um morador.

Além disso, Nego Di também deu voz aos voluntários do RS que relataram estar sendo impedidos, pela polícia de Canoas, de fazer os resgates. De acordo com eles, os militares estavam solicitando habilitação ou autorização de pilotos dos jet ski’s e outras embarcações.

Leia também:  Movimentos arrecadam recursos para vítimas das chuvas no RS

RS vs realidade distópica

Em meio ao caos no Rio Grande do Sul, artistas e autoridades direcionam atenções ao show da cantora Madonna, no Rio de Janeiro. A Marinha do Brasil publicou no X (antigo Twitter) que “mobilizou militares e embarcações para garantir a segurança da navegação […] durante o show da Madonna”.

Cobrindo o evento, a TV Globo encerrou o Jornal Nacional anunciando que o Globoplay deixa o sinal aberto para não assinantes assistirem ao show. Globais, como Luciano Huck, postaram foto e deram entrevistas sorridentes no evento.

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, agradeceu a homenagem feita por Madonna nos telões de seu espetáculo em Copacabana, enquanto os gaúchos utilizam recursos próprios para salvar os que não morreram afogados.

Leia também:  Ministra de Lula, Anielle Franco usa catástrofe no RS para pedir votos ao PT

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?