fbpx
PUBLICIDADE

Após escândalos, Boris Johnson renuncia

Político conservador foi atingido por uma série de escândalos nos últimos meses
(Foto: David Sedlecký/Wikimedia/Creative Commons)
PUBLICIDADE

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson anunciou nesta quinta-feira (7) seu pedido de renúncia. [1]

PUBLICIDADE

Ligado ao Partido Conservador, Johnson assumiu o poder em 24 de julho de 2019 sucedendo Theresa May.

Ao longo dos últimos meses, o político sofreu os impactos de uma crise provocada também pela descoberta da violação de normas de distanciamento social que haviam sido impostas à população.

PUBLICIDADE

Em junho, chegou a ser votada uma Moção de Desconfiança para afastá-lo do poder, mas Johnson conseguiu se segurar no cargo.

Nos últimos dias, secretários de peso de sua gestão também renunciaram e houve forte pressão de pessoas próximas que o premiê também seguisse o mesmo caminho, segundo reportado pelo jornal “Folha de S. Paulo”.

Em sua declaração, Johnson disse que “o processo de escolha de um novo líder deve começar” e que seguirá no comando do país até a nova escolha.

PUBLICIDADE

Compartilhe essa notícia:

APOIO

Obrigado por ter lido até aqui.

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?