fbpx
PUBLICIDADE

Primeira vacinada se filia a partido e pode ser candidata, diz jornal

Mônica Calazans é enfermeira, tem 55 anos de idade e ganhou fama após posar com João Doria após imunização em janeiro de 2021
Foto: Governo do Estado de São Paulo / Creative Commons / Wikimedia
PUBLICIDADE

A enfermeira Mônica Calazans, que ganhou fama por ter sido a primeira brasileira vacinada contra Covid-19 no país após a aprovação da Coronavac pela Anvisa, em janeiro de 2021, deve concorrer às eleições. [1]

PUBLICIDADE

A informação, publicada nesta quarta-feira (5) pelo jornal “Folha de S. Paulo”, é que ela teria, recentemente, se filiado ao MDB para viabilizar o projeto.

Procurada pela publicação, a enfermeira não negou a intenção de concorrer, mas preferiu não comentar “para não dar spoiler”.

De acordo com a “Folha”, “a ideia acordada foi a de lançá-la a deputada federal”.

Com 55 anos, ela foi imunizada em evento surpresa organizado pelo governador João Doria (PSDB), principal liderança ligada à Coronavac no país.

De origem chinesa, o imunizante foi produzido no país com o apoio do Instituto Butantan, ligado ao Governo de São Paulo.

Compartilhe essa notícia:

Obrigado por ter lido até aqui.

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

MARCAS APOIADORAS

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?