fbpx
PUBLICIDADE

Escultura com crítica ao regime chinês é retirada de Hong Kong

Estátua "Pilar da Vergonha" relembrava os mortos do chamado Massacre da Praça Paz Celestial, evento ocorrido nos anos 1980 em Pequim
Foto: Reprodução/Plataforma Mídia
PUBLICIDADE

Com o aumento da influência da China em Hong Kong, um fato ganhou o noticiário nesta semana.

PUBLICIDADE

Uma escultura chamada “Pilar da Vergonha”, que retratava corpos empilhados para relembrar o chamado Massacre da Praça da Paz Celestial, foi removida da Universidade de Hong Kong. [1]

A justificativa da instituição para a remoção do objeto foi “aconselhamento jurídico externo e avaliação de risco para melhor interesse da universidade”.

PUBLICIDADE

Nos últimos anos, a China continental tem ampliado sua influência sobre a região autônoma, levando à maior participação política de parlamentares aliados e ao fechamento de jornais.

O Massacre da Paz Celestial, por sua vez, foi um episódio ocorrido em 1989 e que reuniu milhares de jovens em manifestação com críticas ao governo comunista. O ato foi duramente reprimido, resultando em uma grande quantidade de mortos. Há, até hoje, divergências sobre o número exato de baixas, com indicações que pode ter sido superior a 1.000.

Leia também:  Dilma vê 'interessante' o 'socialismo chinês de mercado'

PUBLICIDADE

Entre em nossos grupos do WhatsApp para continuar tendo acesso às nossas notícias. É gratuito. Clique aqui.

Aproveitamos para te convidar a assistir abaixo a nossa última transmissão ao vivo em nosso canal do YouTube:

Compartilhe essa notícia:

APOIO

Obrigado por ter lido até aqui.

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?