fbpx
PUBLICIDADE

Polícia Federal pede que STF autorize investigação do ‘orçamento secreto’

O próprio Supremo Tribunal Federal determinou a suspensão do pagamento de emendas do "orçamento secreto"; presidente da Câmara quer que ministros esclareçam a decisão
(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
PUBLICIDADE

A Polícia Federal solicitou autorização ao Supremo Tribunal Federal para realizar uma investigação de suspeitas de irregularidades no uso de parte das emendas de relator, apelidadas de “orçamento secreto”. A polícia deseja saber se foram cometidas irregularidades no uso de verba oriunda de emendas para compra de tratores. [1]

PUBLICIDADE

Os recursos do “orçamento secreto” se originam em emendas parlamentares que têm tido sua transparência questionada em ações no STF e no Tribunal de Contas da União. O STF decidiu no último dia 9 que o pagamento dessas emendas deveria ser suspenso, o que gerou reações no âmbito do Legislativo.

O pedido foi enviado à ministra Rosa Weber. Nesta mesma semana, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), anunciou que o Congresso promoverá um embargo de declaração no STF para que o órgão máximo do Judiciário esclareça sua decisão de proibir a liberação de verbas das emendas de relator. [2]

PUBLICIDADE

Leia também:  Elon Musk se encontra com ministro de Bolsonaro sobre projeto no Brasil

O ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário, afirmou em outubro na Câmara que a CGU e a Polícia Federal já estavam apurando um alegado esquema de “venda de emendas”. No pedido de abertura de inquérito, a PF informa que quer identificar os autores das emendas supostamente associadas a irregularidades.

O jornal O Estado de S. Paulo havia publicado em maio uma reportagem dando conta de que parte do dinheiro do “orçamento secreto” foi empregada para a compra de tratores superfaturados e obras irregulares. Os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Humberto Costa (PT-PE) pediram ao STF semana passada em ofício a punição do presidente Jair Bolsonaro e de Arthur Lira por suposto descumprimento da suspensão do “orçamento secreto”.

Compartilhe essa notícia:

Obrigado por ter lido até aqui.

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

MARCAS APOIADORAS

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?