fbpx
PUBLICIDADE

MBL surpreende com decisão sobre Janaina Paschoal no PSL

Grupo entende que Janaina, que foi a deputada estadual mais votada do Brasil e coautora do pedido de impeachment de Dilma, perdeu a coerência que lhe fez ser uma campeã de votos em 2018
Janaína Paschoal (Marcelo Camargo / Agência Brasil)
PUBLICIDADE

Em negociação com o PSL de São Paulo, o MBL impôs uma condição: a saída da deputada estadual Janaina Paschoal. A informação foi publicada nesta segunda-feira (23) pelo jornal “O Estado de S. Paulo”. [1]

PUBLICIDADE

De acordo com a publicação, o MBL considera que Janaina “tem se distanciado da coerência que a elegeu, sendo leniente com um governo tão criminoso quanto os do PT”.

Ainda segundo o jornal, a deputada estadual, que ganhou notoriedade por ter sido uma das autoras do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, tem intenção em concorrer ao Senado e deve sair da legenda.

PUBLICIDADE

Curiosamente, a situação é inversa da ocorrida nos bastidores da pré-campanha eleitoral de 2018.

Leia também:  PCdoB adere a protestos do dia 12, que já têm apoio do PDT

Na ocasião, o grupo apoiava a pré-candidatura de Flávio Rocha e sonhava em ter as adesões de mulheres como Carla Zambelli, Janaina Paschoal e Joice Hasselmann – hoje, todas desafetas do movimento.

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama