fbpx
PUBLICIDADE

Internautas enxergam indireta em publicação de Bolsonaro

Presidente foi às redes sociais na noite do domingo (4) e disse que prática de chantagem que seria usada em Cuba poderia estar sendo usada no Brasil
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
PUBLICIDADE

O presidente Jair Bolsonaro publicou na noite deste domingo (4) uma mensagem que deixou internautas intrigados. No texto, relata uma prática de chantagem que seria recorrente em Cuba e sugere que, agora, tem ocorrido no Brasil. [1]

PUBLICIDADE

“Vamos supor uma autoridade filmada numa cena com menores (ou com pessoas do mesmo sexo ou com traficantes) e esse alguém (‘Daniel’) passe a fazer chantagem ameaçando divulgar esse vídeo. Essa prática de chantagem, muito utilizada em Cuba, se encontra na página 143 do livro ‘A vida secreta de Fidel’ de Juan Reinaldo Sánchez”, escreveu o presidente, com uma fotografia de um trecho do livro.

PUBLICIDADE

Na sequência, Bolsonaro afirma que “parece que isso está sendo utilizado no Brasil […] onde certas autoridades tomam decisões simplesmente absurdas, para atender ao chantageador (‘Daniel’)” e que o mecanismo teria “sido importado de Cuba pela esquerda”.

Leia também:  AGU pede direito de resposta à IstoÉ após capa sobre Bolsonaro, diz site

O presidente, então, vai além. Diz que “quando nada têm contra seu alvo principal, vão para cima de filhos, parentes, e amigos do mesmo”, com “inquéritos e acusações absurdas”. “Daí quebram sigilos, determinam buscas e apreensões, decretam prisões arbitrárias, etc…”, concluiu.

A mensagem, para muitos internautas, foi além de uma breve menção a um livro e sim uma indireta. Segundo alguns, Daniel seria um dos codinomes do ex-ministro José Dirceu, do PT, e a afirmação de Bolsonaro poderia fazer alusão ao petista e eventuais chantagens a altas autoridades de Brasília.

PUBLICIDADE

Leia também:  Valdemar da Costa Neto surpreende com convite a Bolsonaro: assista

O deputado estadual Alexandre Freitas (NOVO/RJ) foi um dos que reagiram aos comentários do presidente.

Nas redes sociais, o parlamentar avaliou que o presidente “está insinuando que um agente público estaria sendo chantageado para atuar de forma ilegal ameaçando a segurança nacional” e que o presidente “não é um Zé Ruela qualquer que pode sair por aí postando sobre teorias da conspiração”.

“O mínimo que se espera é que ele tenha provas da chantagem e que agentes da Abin estejam na porta do ‘Daniel’ para prendê-lo, caso contrário Bolsonaro deve ser responsabilizado pelo seu comportamento, inclusive com a perda do cargo”, disse, defendendo ainda que “uma acusação dessa magnitude não é irrelevante”. [2]

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?