fbpx
PUBLICIDADE

Bolsonaro, aliados e opositores se manifestam sobre gravação de Kajuru

Aliados e o presidente criticaram gravação clandestina; opositores, por sua vez, criticaram teor da conversa, que demonstrariam preocupação do presidente e interesse em ampliar escopo da CPI
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado
PUBLICIDADE

A divulgação da gravação de um telefonema entre o presidente Jair Bolsonaro e o senador Jorge Kajuru (Cidadania/GO) no último sábado (10) repercute em Brasília. Nesta segunda-feira (12), Bolsonaro lamentou o fato.

PUBLICIDADE

“Eu fui gravado em uma conversa telefônica. Olha até que ponto chegamos aqui no Brasil”, disse. [1]

Na ligação, Bolsonaro articula a ampliação do escopo da CPI da pandemia no Senado para permitir a investigação de prefeitos e governadores.

PUBLICIDADE

Ele demonstra, ainda, temer um “relatório sacana” contra o governo e especula sobre impeachment de ministros do STF.

Nas redes sociais, Kajuru, ao divulgar o diálogo, o classificou como uma “conversa clara e honesta”. Ao jornal “O Estado de S. Paulo”, por sua vez, disse que Bolsonaro havia sido avisado que a gravação seria divulgada. [2]

De acordo com o site “O Antagonista”, o filho do presidente, o senador Flávio Bolsonaro (sem partido) deve, como reação, formalizar uma representação contra Kajuru no Conselho de Ética do Senado. [3]

Entre opositores, contudo, a reação à gravação foi de crítica ao teor. “A conversa entre um senador e o presidente da República articulando contra uma CPI e um ministro do STF é um fato gravíssimo”, escreveu o deputado federal Rodrigo Maia, ex-presidente da Câmara. [4]

PUBLICIDADE

Kim Kataguiri (DEM/SP) também reagiu contra a denúncia dizendo que “o desespero de Bolsonaro para barrar a CPI da pandemia contra ele só mostra que está com rabo preso”. “Quem é inocente não tem medo de investigação”, opinou o parlamentar. [5]


EDITAMOS no dia 12/05 às 14h56: originalmente, informamos que a ampliação do escopo defendida pelo presidente incluiria “prefeitos e senadores”. Na realidade, seria para incluir “prefeitos e governadores”. Pelo erro, pedimos desculpas.

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?