fbpx
PUBLICIDADE

Ministros do STF referendam prisão de Silveira por unanimidade

Indicado pelo presidente Jair Bolsonaro, ministro Nunes Marques defendeu a continuidade da prisão em flagrante do deputado bolsonarista Daniel Silveira, do PSL; Moraes voltou a criticar declarações
Foto: Reprodução/YouTube
Foto: Reprodução/YouTube
PUBLICIDADE

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) referendaram na tarde desta quarta-feira (17) em unanimidade a prisão em flagrante do deputado federal Daniel Silveira (PSL/RJ).

PUBLICIDADE

A medida, tomada inicialmente de forma unilateral pelo ministro Alexandre de Moraes, foi levada à plenário e contou com o endosso dos demais ministros. Indicado pelo presidente Jair Bolsonaro, o ministro Nunes Marques também referendou a decisão.

Em sua fala, Moraes ressaltou outros fatos relativos à vida do parlamentar e destacou que Silveira, ao ser preso, gravou novo vídeo. Barroso relembrou esse novo vídeo para exemplificar a motivação da flagrância.

PUBLICIDADE

Como destacado pelo Boletim da Liberdade, mais cedo, parlamentares e personalidades liberais criticaram o conceito de flagrância utilizado.

“As manifestações de Daniel Silveira por meio das redes sociais revelam-se gravíssimas. Não somente do ponto de vista pessoal, mas principalmente do ponto de vista institucional e do Estado Democrático de Direito. Pois essas manifestações não atingiram somente a honorabilidade, não constituíram somente a ameaça ilegal e à  segurança física de diversos ministros dessa corte, mas se revestiram no claro intuito de impedir o exercício independente do Poder Judiciário e do próprio Estado Democrático de Direito. O autor da conduta é reiterante nessa prática criminosa”, avaliou Alexandre de Moraes em sua fala.

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama