fbpx
PUBLICIDADE

Internautas pedem #CoragemMaia para pressionar pelo início do impeachment

Saída do DEM, partido do próprio Rodrigo Maia, do bloco de apoio de Baleia Rossi (MDB/SP) gerou rumores no final de semana de que Rodrigo Maia poderia dar início a um processo de impeachment contra Bolsonaro
Rodrigo Maia (Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados)
Rodrigo Maia (Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados)

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ), amanheceu nesta segunda-feira (1º), em suas últimas horas à frente da Casa, com a hashtag #CoragemMaia entre as mais usadas no Twitter.

Diversos internautas pedem que o político, como ato derradeiro de sua gestão, finalmente aceite um dos pedidos de impeachment já protocolizados contra Jair Bolsonaro. Cabe ao presidente da Câmara, unilateralmente, acatar uma das denúncias para que o processo tenha andamento. Maia já teria parecer favorável sobre alguns dos pedidos.

Devido ao esvaziamento da candidatura que montou, com Baleia Rossi (MDB/SP) disputando a sucessão, por causa da crescente quantidade de adesões a Arthur Lira (PP/AL), candidato apoiado pelo Planalto, o tema do impeachment voltou à pauta neste final de semana. O estopim teria sido a saída do DEM, partido do próprio Maia, do bloco de apoio a Baleia Rossi.





Apesar disso, há ceticismo sobre o aceite de Maia. Além de ter sido marcado, ao longo dos últimos quatro anos na Câmara, por nunca ter aprovado um pedido de impeachment, há o entendimento de que o processo poderia ser questionado no STF, ou anulado por uma provável vitória de Lira. Há ainda os que pontuam que Maia se isolaria ainda mais de interlocutores do mercado com quem possui uma boa relação.





O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama