fbpx
PUBLICIDADE

Arthur do Val, Marcel e Brasil Paralelo ganham IV Prêmio Boletim da Liberdade

Os laureados foram escolhidos pela votação democrática dos assinantes do Boletim da Liberdade em recorde de participação; iniciativa é uma forma de estimular e valorizar quem atua pela liberdade no Brasil
Foto: Editoria de Arte

Foto: Editoria de Arte

O IV Prêmio Boletim da Liberdade chega ao fim com a definição final da personalidade, do parlamentar e da organização do ano de 2020.

Os laureados, escolhidos pela votação democrática dos assinantes do Boletim da Liberdade em recorde de participação foram:

– Personalidade do ano de 2020: Arthur do Val, deputado estadual por São Paulo pelo Patriota e ex-candidato à Prefeitura da capital paulista nas eleições municipais de 2020, figurando em quinto lugar, tendo atingido 9,78% dos votos válidos;





– Parlamentar do ano de 2020: Marcel van Hattem, deputado federal pelo NOVO do Rio Grande do Sul, que ganha seu segundo prêmio consecutivo;

– Organização do ano de 2020: Brasil Paralelo, produtora de vídeos e documentários que se destacou ao longo do último ano com filmes e séries como “Pátria Educadora”, “7 denúncias: as consequências do caso Covid-19” e “Os 11 Supremos”. A entidade também foi um dos alvos do grupo “Sleeping Giants Brasil” e sofreu bloqueios de plataformas.

O Boletim da Liberdade agradece a participação de todos que votaram e divulgaram a iniciativa e reforça que, independente de quem se saiu vencedor, o Prêmio é uma forma saudável de estimular e valorizar quem atua na liberdade no Brasil e a mera indicação na condição de semifinalista ou finalista já representa uma vitória.

Os laureados serão também comunicados individualmente e, seguindo as normas do edital, a cada um deles será oferecida uma placa metalizada para eternizar e simbolizar o IV Prêmio Boletim da Liberdade.





Edições passadas

Foto: Reprodução

No primeiro ano de realização, foram laureados com o I Prêmio Boletim da Liberdade o então youtuber Arthur do Val (personalidade do ano de 2017) e o Movimento Brasil Livre (organização do ano de 2017).

Em 2018, por sua vez, receberam João Amoêdo (personalidade do ano de 2018) e o Partido Novo (organização do ano de 2018). Naquele ano, Amoêdo havia sido o candidato da sigla à presidência da República e o partido, em sua estreia nas eleições gerais, havia eleito oito parlamentares para a Câmara dos Deputados, ultrapassando a cláusula de barreira.

Já no III Prêmio Boletim da Liberdade, ocorrido em 2019, primeiro ano de governo Jair Bolsonaro, quem se sagrou vitorioso na modalidade Personalidade do Ano foi o ministro da Economia, Paulo Guedes. O deputado federal Marcel van Hattem (NOVO/RS), por sua vez, foi eleito pelos assinantes como o parlamentar do ano (ano de estreia da modalidade) e o Partido Novo, pela segunda vez consecutiva, laureado como organização do ano.





O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama