fbpx
PUBLICIDADE


Frente Parlamentar pelo Livre Mercado cria instituto para ‘fornecer estrutura’

Instituto Livre Mercado (ILIM), além de ajudar a Secretaria Executiva da Frente Parlamentar, visará ser um “centro de estudo, debate e promoção de ideais de liberdade econômica e civil”

- Publicado no dia
Foto: Divulgação GDF

A Frente Parlamentar pelo Livre Mercado, presidida pelo deputado federal Kim Kataguiri (DEM/SP), lançou recentemente um braço institucional pela qual poderá manter-se perene. [1][2]

O Instituto Livre Mercado (ILIM), fundado em dezembro de 2020, é presidido pela secretária executiva da própria frente, Beatriz Nóbrega de Sá.

O objetivo da organização é ser um “centro de estudo, debate e promoção de ideais de liberdade econômica e civil, influenciando agentes sociais e estimulando a adesão aos valores e princípios da livre iniciativa”.

Segundo o próprio estatuto da organização, uma das atividades da iniciativa será estabelecer termos de cooperação técnica com órgãos e estruturas do Poder Público, tais como Frentes Parlamentares.


PUBLICIDADE



De acordo com o site da Frente Parlamentar pelo Livre Mercado, o Instituto Livre Mercado “atua fornecendo a estrutura da Secretaria Executiva da Frente Parlamentar pelo Livre Mercado no Congresso Nacional”.

Frentes parlamentares

As frentes parlamentares, criadas mediante assinatura de um número expressivo de parlamentares, são movimentos simbólicos que acontecem no Poder Legislativo em favor de determinada causa. Apesar da simbologia, não contam com cargos comissionados, não trazendo, portanto, maior despesa à estrutura legislativa, à exceção da possibilidade geralmente comum de reserva de espaços para reuniões parlamentares.

Além de Kim Kataguiri (DEM/SP) na presidência, a iniciativa conta com Daniel Coelho (Cidadania/PE) como vice-presidente e Tiago Mitraud (NOVO/MG) como secretário-geral dentre as funções destinadas aos parlamentares.

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.