fbpx
PUBLICIDADE

João Amoêdo diz que ‘seria incoerente’ se Zema concorresse contra Bolsonaro

Fundador do Partido Novo se manifestou sobre a possibilidade de o governador mineiro ser escolhido para disputar a presidência pela sigla
Foto: Divulgação
Romeu Zema e João Amoêdo (Foto: Reprodução / A Voz de Araxá)

O engenheiro João Amoêdo, presidenciável do Partido Novo em 2018, concedeu uma entrevista ao jornal O Globo neste sábado (24) comentando a situação política do partido. Para ele, os posicionamentos de Romeu Zema, governador de Minas Gerais eleito pelo partido, tornariam inadequado escolhê-lo como candidato ao Planalto. [1] [2]

“Nesse caso, você não poderia, por exemplo, colocar o Zema como opositor ao Bolsonaro (em 2022), já que ele entende que o presidente está fazendo um bom governo. Para mim, seria incoerente”, alegou Amoêdo. O engenheiro também disse ao jornal que existe o risco de as eleições municipais alterarem os rumos do partido, mas segue confiante de que o seu núcleo liberal será preservado.

De acordo com a matéria de O Globo, existe uma tensão entre os filiados do NOVO mais simpáticos ao presidente Jair Bolsonaro e João Amoêdo. Os “bolsonaristas” do NOVO estariam tentando fortalecer Romeu Zema como liderança do partido e enfraquecer a liderança original de Amoêdo. O fiel da balança, ainda segundo a matéria, estaria nas eleições municipais.

A matéria dá conta de que, se os simpatizantes de Bolsonaro elegerem mais vereadores, isso enfraqueceria a posição de Amoêdo. O texto também faz referência a outros motivos de tensão ou discussão interna, como a polêmica acerca da obrigatoriedade ou não da vacina contra o coronavírus e a expulsão de Filipe Sabará, que seria candidato à prefeitura pelo partido.

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Siga o Boletim

Leia também

Coluna Panorama

Coluna de notas do mundo político, econômico e cultural, exclusiva para assinantes do Boletim da Liberdade e atualizada todas as segundas-feiras pela manhã