fbpx
PUBLICIDADE


Em discurso de 4 de julho, Trump fala em derrotar ‘esquerda radical’ e ‘anarquistas’

O presidente dos Estados Unidos ainda acusou a mídia de fomentar os conflitos de caráter racial e afirmou que deverá haver uma solução para o coronavírus antes do fim do ano

- Publicado no dia
Donald Trump (Foto: Reprodução / Sky News)

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, utilizou seu discurso de comemoração pela Independência neste sábado (4), na Casa Branca, para atacar seus adversários e sinalizar objetivos. De acordo com ele, o país vive um processo de combate ao radicalismo de esquerda que ameaça seus fundamentos. [1]

“Nós estamos agora no processo de derrotar a esquerda radical”, ele disse ao público de algumas centenas de pessoas que estavam presentes no discurso. “Os marxistas. Os anarquistas. Os agitadores. Os saqueadores, e pessoas que, em muitos casos, não têm absolutamente nenhuma pista do que estão fazendo”, complementou, dizendo que não permitirá que uma “multidão enfurecida” continue a vandalizar estátuas, “doutrinar” crianças e ameaçar liberdades.


PUBLICIDADE



A cerimônia aconteceu porque Trump se recusou a cancelá-la, apesar de funcionários locais terem questionado a decisão por conta da pandemia do coronavírus. “Graças à coragem desses patriotas em 4 de julho de 1776, a República Americana permanece hoje como a maior, mais excepcional e mais virtuosa nação da história do mundo”, exaltou o presidente.

Trump acusou a mídia de fomentar conflitos de caráter racial e afirmou que os EUA provavelmente terão uma solução para o problema do coronavírus, sob a forma de uma vacina ou um tratamento eficaz, até o final do ano. Ele condenou também a “cultura do cancelamento”, que levaria militantes a derrubar estátuas e atacar figuras históricas consideradas heroicas. Confira o discurso completo de Trump (em inglês):

+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.