fbpx
PUBLICIDADE

Coordenador do MBL diz que Bolsonaro ‘precisa sair do poder urgentemente’

O ativista apresentou uma série de argumentos para defender a ideia de que, apesar da pandemia, o momento não é inoportuno para um impeachment
Renan Santos (Foto: Reprodução / Youtube)

Renan Santos (Foto: Reprodução / Youtube)

O Movimento Brasil Livre já vinha adotando uma postura bastante crítica em relação ao presidente Jair Bolsonaro. Depois das denúncias e do pedido de demissão do ex-ministro Sérgio Moro, o coordenador nacional do movimento Renan Santos usou as redes sociais neste sábado (25) para clamar por sua remoção urgente do poder. [1]

“Amigos, após um dia de muitas tretas, hora de colocar a bola no chão. Bolsonaro precisa sair do poder urgentemente. Todas as forças democráticas do país têm que ter isso em mente… e isso passa – necessariamente – por ajustar as prioridades”, declarou. De acordo com Renan, o impeachment do presidente não atrapalharia o combate à pandemia do coronavírus, que continuaria a ser tocada pelo governadores estaduais.
Renan alegou ainda que os que argumentam que o impeachment não pode ocorrer para que o ministro da Economia Paulo Guedes seja resguardado estão ignorando o fato de que ele já se tornou um “ministro decorativo”. O coordenador do MBL alegou que Bolsonaro “não quer comprar pautas impopulares” e os militares e o Congresso não estão alinhados com Guedes.
Ele também avaliou que o presidente não tem condições de convencer os militares a apoiá-lo em um golpe porque, em caso de sua queda, com o vice-presidente Hamilton Mourão, eles assumiriam o poder.  “O Brasil entrou num frenesi revolucionário e elegeu um palhaço criminoso, completamente despreparado, junto de uma família de psicopatas e bandidos. Ficar com ele é se tornar o petista desta década”, sentenciou.




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama