fbpx
PUBLICIDADE

Marcel van Hattem diz que Mesa Diretora aplicou ‘golpe’ na Câmara dos Deputados

O destaque do Partido Novo à PEC do Orçamento de Guerra que destinaria recursos do Fundão Eleitoral para a Saúde foi rejeitado sem ir à votação
Marcel van Hattem, líder do NOVO na Câmara (Foto: Marcelo Bertani / AL / CP)
Marcel van Hattem (Foto: Marcelo Bertani / AL / CP)
PUBLICIDADE

O pedido do NOVO para acrescentar à PEC do Orçamento de Guerra um destaque destinando recursos do chamado “Fundão Eleitoral” para a área da Saúde foi rejeitado pela Mesa Diretora da Câmara dos Deputados nesta sexta-feira (3), sem ir à votação. O deputado Marcel van Hattem (NOVO-RS) disse que a atitude foi um “golpe”.

PUBLICIDADE

A PEC do Orçamento de guerra, sem o destaque, foi aprovada em segundo turno com 423 votos a 1, flexibilizando os gastos do Executivo com o combate ao coronavírus. Van Hattem publicou um vídeo em suas redes sociais dizendo que “é golpe” e que “estamos numa ditadura” do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). O deputado ressaltou que sempre construiu uma boa relação com Maia e não aceita a decisão.

Leia também:  Em evento, Romeu Zema defende que NOVO reduza exigência do processo seletivo

“É uma vergonha, é a utilização de um sistema remoto de votação para calar os deputados”, disse, alegando que o colega Paulo Ganime (NOVO-RJ) não teve permissão para sustentar o pedido “conforme o regimento interno da Câmara determina”. Van Hattem ressaltou que a questão é constitucional e deveria ser debatida dentro da PEC que foi votada. A Mesa Diretora alegou que havia “falta de pertinência temática”.

PUBLICIDADE

Confira o vídeo:

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?