fbpx
PUBLICIDADE

Carlos Bolsonaro alerta que ‘partimos para o socialismo’ e critica liberais

Filho do presidente Jair Bolsonaro mostrou preocupação com a quantidade de pessoas dependentes dos recursos do Estado e aproveitou para fazer uma crítica enigmática aos liberais: 'papel higiênico da esquerda'
Carlos Bolsonaro (Foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil)
Carlos Bolsonaro (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Filho do presidente Jair Bolsonaro, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos) criticou na manhã desta quarta-feira (1º) os liberais e as medidas que têm sido tomadas para prevenir a proliferação do coronavírus. Na avaliação dele, “o desenho é claro: partimos para o socialismo”.

“Todos dependentes do Estado até para comer, grandes empresas vão embora e o pequeno investidor não existe mais. Conseguem a passos largos fazer o que tentam desde antes de 1964. E tem gente preocupada com a fala do presidente”, escreveu Carlos, que tem atuado próximo ao pai, em Brasília, para contornar a crise.

O vereador, conhecido também por ser um dos expoentes do chamado núcleo ideológico do governo, ignorando também a participação e o apoio de inúmeros liberais ao governo – como Winston Ling, Salim Mattar e o próprio ministro Paulo Guedes -, aproveitou para criticar a ideologia.





Enigmaticamente, escreveu que “com prudência e sofisticação, o ‘liberal’ vai cumprindo seu eterno papel: o papel higiênico da esquerda em troca de migalhas.”.

Foto: Reprodução




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama