fbpx
PUBLICIDADE


Bancada do NOVO quer férias de 30 dias para procuradores e juízes

Segundo comunicado publicado no site oficial da sigla, deputados do partido já prometeram à equipe econômica que caso projeto não inclua essas carreiras, proporão emenda na PEC da reforma administrativa

Primeiros deputados federais eleitos pelo Partido Novo para a Câmara dos Deputados (Foto: Reprodução/Facebook)

No que depender da bancada do Partido Novo na Câmara dos Deputados, juízes e procuradores terão férias de 30 dias. Atualmente, as duas carreiras do judiciário contam com direito de 60 dias de recesso ao ano. [1]

A ideia dos deputados da sigla é apresentar uma emenda à proposta de emenda constitucional (PEC) da reforma administrativa, quando ela for apresentada, propondo a inclusão dessas duas categorias dentro da proposta que deve ser enviada ao governo. Segundo o comunicado do Partido Novo publicado no site oficial da sigla, a medida já foi prometida à equipe econômica do governo.


PUBLICIDADE



“Se não vier na proposta do Executivo, vamos apresentar. Não tem por que deixar o Judiciário de fora”, afirmou o deputado Tiago Mitraud (MG). Segundo declaração do presidente Jair Bolsonaro no último sábado (22), a proposta do governo “já está pronta”.

★ ★ ★

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo...

...mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.


➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Muito obrigado!



PUBLICIDADE



Comentários