fbpx
PUBLICIDADE

Bolsonaro criará novo partido do zero e já tem até nome definido, diz revista

Nome mais provável é "Aliança pelo Brasil" e, segundo revista Veja, será lançado já com site, aplicativo e loja virtual para arrecadar fundos com a venda de produtos; ideia é que sigla esteja já ativa nas eleições de 2020
Jair Bolsonaro (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)
Jair Bolsonaro (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)
PUBLICIDADE

O presidente Jair Bolsonaro marcou para esta terça-feira (12) uma reunião com a maior parte dos deputados federais do PSL para anunciar sua decisão de deixar a sigla. De acordo com o informado pelas revistas Crusoé, Época e Veja, o caminho do presidente será a criação de uma legenda do zero. [1][2][3][5]

PUBLICIDADE

Segundo a coluna Radar da revista Veja, o nome mais provável para o projeto é Aliança pelo Brasil. A publicação informou ainda que estão sendo criados site, aplicativo e até uma loja virtual para levantamento de fundos por meio da venda de produtos personalizados.

Para acelerar o recolhimento de assinaturas necessárias para a criação do partido (é necessário cerca de meio milhão de adesões), a sigla deve também usar o aplicativo em vez dos métodos impressos tradicionais.

PUBLICIDADE

Com o movimento de criar um partido totalmente novo, Bolsonaro quer atrair parlamentares não apenas do PSL, como de siglas como o DEM e PSDB sem o risco de que percam o mandato por infidelidade partidária. Haverá ainda a batalha jurídica para que consigam trazer também o fundo partidário a que têm direito para o novo partido. [8]

Boletim da Liberdade verificou que o dominio www.aliancapelobrasil.com.br foi registro no início de novembro pelo empresário Fabio Savietto, dono de duas empresas de comunicação sediadas em São Paulo. [6][7]

Dado que Bolsonaro possui uma ampla base de apoio, nem se considera arriscada a hipótese de conseguir criar do zero uma agremiação com o recolhimento de assinaturas pelo país. O maior risco, avaliam os analistas, está em conseguir acelerar a fila de julgamentos do TSE (que tem dois partidos aguardando a aprovação) ao ponto de estar oficializado como legenda já nas eleições de 2020.

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama