fbpx
PUBLICIDADE


Analista argentino especula que libertação de Lula é objetivo do Foro de São Paulo

Comentarista internacional da televisão argentina, especializado em Brasil, falou das reformas do governo Bolsonaro, de sua tensão com a Argentina e do importante julgamento do STF

- Publicado no dia
Gustavo Segré (Foto: Reprodução/Youtube)

O analista internacional e especialista em Brasil Gustavo Segré vem fazendo comentários chamativos à imprensa argentina sobre a realidade política da América Latina. Em trecho de participação na televisão do país vizinho, divulgado em suas redes sociais no último dia 31, ele disse, entre outras afirmações, que a libertação de Lula por decisão do Supremo Tribunal Federal pode ser efeito dos planos do Foro de São Paulo, a famosa entidade que reúne partidos e movimentos de esquerda no continente desde 1990.

Sagré tem veiculado em detalhes para a imprensa argentina os aspectos da reforma previdenciária e também o novo projeto reformista do Ministério da Economia de Paulo Guedes, incluindo a mudança na estabilidade dos servidores públicos. Para ele, o Brasil está fazendo as reformas que a Argentina deveria estar fazendo, além de ter retirado todos os recursos dos sindicatos extraídos anteriormente através do imposto sindical.

“Em julho, 281 mil empresas foram abertas no Brasil em um mês; representam 35% de todas as empresas existentes na Argentina”, ressaltou Segré. O comentarista argumentou que tanto Jair Bolsonaro quanto o presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, no entanto, exageraram – o primeiro ao não cumprimentar o vencedor das eleições argentinas e o segundo ao defender a libertação do ex-presidente Lula no Brasil.

Mostrando-se mais uma vez bem informado, Segré fez referência ao julgamento do STF sobre as prisões em segunda instância, dizendo: “é muito provável que Lula saia da prisão. (…) O Foro de São Paulo está pegando pesado”. Sobre a declaração do ditador venezuelano Nicolás Maduro de que os planos do Foro estão adiantados, Segré pontuou: “Se Lula sai semana que vem, eu diria que Maduro está muito certo no que disse. Há que esperar”. Confira:

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.