fbpx
PUBLICIDADE

Ministro da Educação compara estilo de Bolsonaro a Churchill e critica ‘isentões’

Abraham Weintraub ministrou a última palestra do evento conservador organizado pela fundação do PSL em São Paulo e afirmou que corrente atualmente é alto astral, não mais um grupo chato como antigamente
Weintraub em palestra do CPAC Brasil (Foto: Pleno.News/Salvi Cruz)
Weintraub em palestra do CPAC Brasil (Foto: Pleno.News/Salvi Cruz)

Em sua exposição no último dia da CPAC Brasil, evento conservador organizado pelo PSL entre sexta-feira (11) e sábado (12), o ministro da Educação, Abraham Weintraub, comparou o presidente Bolsonaro ao estilo do ex-primeiro britânico, Winston Churchill (1874-1965).

“Quem vocês preferem ser: o isentão do [ex-primeiro ministro britânico Neville] Chamberlain, que apertou a mão do Hitler e propôs uma conversa? Ou preferem esse gordinho [Churchill], que falava palavrão, bebia, contava piada, e ia pra cima. Eu já escolhi o meu lado”, disse Weintraub, que concluiu sua palestra com uma foto de Bolsonaro segurando um fuzil.

“O movimento conservador chato é da [época]  vovozinha. A gente é muito mais engraçado que a ‘petrelhada’. A gente é engraçado, alto astral, estamos com energia e vamos ganhar a batalha”, comentou.





Ao longo da palestra, o ministro elogiou a iniciativa de Eduardo Bolsonaro em organizar o evento (“esse daqui é o cara do futuro” e “mitinho”) e também criticou o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), que classificou como quem permitiu que Lula chegasse ao poder.





O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama