fbpx
PUBLICIDADE


Onyx pede superação das divergências entre a direita para Brasil avançar

Ministro da Casa Civil foi um dos presentes no segundo dia da CPAC Brasil, evento conservador organizado pela fundação do PSL e liderado pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL/SP)

- Publicado no dia
(Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM), afirmou neste sábado (12) no segundo dia da CPAC Brasil que é preciso que a direita supere as diferenças para o país avançar. A afirmação surge em meio a crise que está dividindo o PSL.

“Precisamos tentar nos unir superando as divergências. Temos a chance das nossas vidas para nunca mais permitir que essa gente volte e faça o que eles fizeram”, comentou, em referência aos grupos de esquerda que comandaram o governo federal de 2003 a 2016.


PUBLICIDADE



Ao longo da palestra, informa o jornal Folha de S. Paulo, Onyx reforçou o argumento relembrando que as reformas econômicas feitas no Chile conseguiram ser duradouras apesar dos governos de esquerda assumirem o país tempos depois. [1]

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.