fbpx
PUBLICIDADE

Eduardo Bolsonaro diz em evento que não há partido conservador no Brasil

CPAC Brasil tem como uma das organizadoras a fundação do PSL, principal partido de direita do país, que à esteira da eleição do presidente Jair Bolsonaro, conseguiu levar 53 parlamentares à Câmara dos Deputados
Foto: Reprodução/YouTube
Foto: Reprodução/YouTube
PUBLICIDADE

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL/SP) apresentou nesta sexta-feira (11), em São Paulo, o primeiro dia da CPAC Brasil, evento que não esconde a intenção de tornar-se o principal fórum conservador do país.

PUBLICIDADE

Apesar de ter a fundação do PSL como uma das patrocinadoras do encontro, o parlamentar afirmou aos presentes que, embora o Brasil tenha um “presidente conservador”, “não há uma imprensa conservadora, nem um partido conservador, com bandeiras conservadoras”. [1]

A declaração surge em meio a um atrito cada vez mais intenso entre a cúpula do PSL e o presidente Jair Bolsonaro. A crise teve como estopim o vazamento de um vídeo em que Bolsonaro sugere a um admirador que “esquecesse” a sigla. A declaração não foi bem vista pelo deputado Luciano Bivar, fundador e presidente do PSL.

PUBLICIDADE

Na sequência, um conjunto de eleitos pela legenda subscreveram uma solicitação cobrando uma auditoria nas finanças do partido. Dentre as assinaturas, 20 dos 53 deputados federais da sigla e o próprio presidente Jair Bolsonaro. [2]

De acordo com o blog do jornalista Gerson Camorotti, o partido reagirá e pedirá uma auditoria da campanha de 2018 que elegeu Bolsonaro. Caso se confirme a inusitada hostilidade entre Jair Bolsonaro e o próprio partido, a crise promete ser capaz de abalar o governo. [3]

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama