fbpx
PUBLICIDADE


Jair Bolsonaro diz que Nando Moura fez ‘pré-julgamento covarde’ a seu respeito e youtuber reage

O presidente, defendendo-se de críticas sobre os vetos à reforma eleitoral, fez menção ao youtuber paulista, que fez uma “réplica” em seu canal

- Publicado no dia
Nando Moura (Foto: Reprodução/Youtube)

O youtuber Nando Moura publicou nesta sexta-feira (4) em seu canal uma resposta a um comentário do presidente da República, Jair Bolsonaro, feito em transmissão ao vivo nas redes sociais. Bolsonaro havia dito, sem citar o nome de Moura, que o “youtuber de São Paulo” fez um “pré-julgamento covarde” a seu respeito.

Bolsonaro foi bastante questionado por ter vetado elementos da polêmica reforma na lei eleitoral no último dia 27, alegadamente abrindo brechas para que as mudanças já valessem nas eleições de 2020. No entanto, ele se defendeu lembrando que o Congresso não avaliou os vetos a tempo e a reforma eleitoral só poderá valer para as eleições subsequentes.

Reagindo à defesa do presidente, Nando Moura alegou que a data dos vetos “não foi o foco da crítica”, mas que realmente o governo correu riscos com essa atitude. Ressaltando um trecho em que Bolsonaro desafiou os críticos dizendo que “ou você confia em mim, ou não confia”, Nando Moura relembrou que, em outra ocasião, o presidente afirmou confiar integralmente apenas em seus pais.

O youtuber argumentou, ao mesmo tempo,  que o verdadeiro problema foi que medidas graves da reforma foram sancionadas pelo presidente, como o pagamento de advogados com fundo partidário, a flexibilização da forma de doação dos partidos e a restrição da análise do mérito das contas eleitorais. “Não tinha ninguém para instruir a respeito dessas matérias? Porque isso é um absurdo”, sentenciou, afirmando que “o caixa dois vai rolar solto nas próximas eleições”. Confira o vídeo:


PUBLICIDADE



★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.